5 de dez. de 2012

O trânsito como prática da paciência e da gentileza.




A definição da palavra trânsito é simples e direta: “movimento de veículos e pedestres em conjunto”. Além do que está no dicionário, poderíamos acrescentar: trânsito também é compartilhar o mesmo espaço, sem perder o senso da ordem e o respeito mútuo, mantendo sempre a harmonia.
Mas, infelizmente, isso ainda não é real. Para piorar, há centenas de veículos circulando ao mesmo tempo, com congestionamentos que aumentam o estresse de motoristas e pedestres. E, como vemos no dia a dia, manter a calma e a paciência, torna-se cada vez mais difícil, resultando em acidentes causados pela pressa e pela imprudência.
Com tantos carros ao nosso redor, ver o outro como alguém próximo, que passa pelas mesmas dificuldades, é quase impossível. Muitos de nós vemos os outros motoristas como inimigos prestes a nos atacar. Essa noção é tão comum que a frase “dirijo por mim e pelos outros” é bastante usual.
Há uma solução? Sim, sempre há. Mas, depende de todos, com a prática do mesmo pensamento: um trânsito mais saudável é possível quando seguimos as leis vigentes sem deixar de lado as boas atitudes. A gentileza é item essencial para o convívio entre as pessoas e até mesmo para a nossa segurança.

Trânsito Gentil