24 de jun. de 2013

Quando a luminosidade pode ser inimiga no trânsito?


Existem algumas condições adversas que podem aumentar os riscos no trânsito. Uma delas é a luminosidade, que prejudica a visão do motorista se for escassa ou se for em excesso. Para uma direção mais segura é muito importante ver e ser visto nas vias.
Dados apontam que o período do anoitecer, entre 17h e 19h59, foi o de maior incidência de acidentes indenizados no primeiro trimestre deste ano. Durante todo o ano passado, 16% de pagamentos do Seguro DPVAT foi feito para acidentes ocorridos neste mesmo período do dia, quando há a troca do dia para a noite, prejudicando a visão dos motoristas.
Para ajudar a garantir a segurança no trânsito, os faróis devem estar regulados e serem acionados da forma correta. Por exemplo, a luz baixa deve ser utilizada obrigatoriamente à noite, mesmo em ruas que tenham iluminação. Se o veículo estiver iluminado à noite ou sob chuva ou em túneis, os outros usuários da via podem observar com antecedência o movimento do mesmo e assim agirem para sua própria segurança.
Além disso, usar farol alto ao cruzar com outro veículo pode ofuscar a visão do outro condutor. Evite essa situação e acione com antecedência a luz baixa! Caso ocorra com você, procure desviar o olhar para algum ponto de referência na faixa à direita da pista. Se o farol de veículo que está atrás estiver refletindo no espelho retrovisor, ajuste-o para desviar o facho de luz. E em caso de penumbra, que ocorre frequentemente na passagem do final da tarde para o início da noite ou no fim da madrugada para o nascer do dia, também acenda o farol baixo.
No período do dia em que a luz do sol estiver “batendo na cara”, reduza a velocidade do veículo, utilize o quebra-sol ou até mesmo óculos escuros e procure observar alguma referência no lado direito da pista. Sempre que possível, programa-se para evitar essa condição, que ocorre bem no início da manhã ou no final da tarde, principalmente em viagens. O sol também pode impedir que você veja com clareza os semáforos e placas de sinalização, por isso é importante reduzir a velocidade para ter certeza da indicação do sinal de trânsito e checar com precisão as orientações das estradas.
Fonte: Viver Seguro no Trânsito