7 de abr. de 2014

Pesquisa diz que simulador será muito importante para 1° habilitação.


No período de 26 de novembro a 04 de dezembro, o Portal do Trânsito entrevistou 523 internautas através de um questionário on-line, cujo objetivo era verificar a opinião desses a respeito do uso de simuladores de direção em autoescolas.

De acordo com a pesquisa, 58% dos entrevistados são a favor da inclusão de aulas obrigatórias com o uso de simuladores de direção. A principal preocupação com a mudança, segundo 35% dos participantes, está no aumento no custo do processo de primeira habilitação e a consequente queda na procura para retirar a CNH. Mesmo assim, 31% dos entrevistados consideram muito importante essa mudança.


Sobre o uso de simuladores de direção

O Contran publicou, em Diário Oficial, a resolução 420/12 que altera a Res.168/04 e institui como obrigatórias aulas em simulador de direção no curso de formação de condutores. Até 30 de junho de 2013 todas as autoescolas deverão dispor de aulas em simuladores. Com a nova exigência, a carga horária da aula teórica terá duração total de 50 horas aula.

A partir de agora, são necessárias cinco horas no simulador de direção, sendo cada hora-aula no simulador com duração de 30 minutos. As aulas no simulador serão realizadas depois da conclusão do curso teórico e antes do exame teórico. Além disso, os equipamentos que deverão ser usados como simuladores precisam ser homologados pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

O equipamento deverá custar o valor de um carro popular. “Ainda não temos a clareza quanto aos fabricantes deste equipamento, uma vez que, segundo relatos na imprensa este Simulador poderia estaria aproximado de R$ 30.000,00 à R$ 35.000,00, e este fato nos preocupa uma vez que a categoria deverá fazer novos investimentos para adequar a esta nova exigência”, explica o presidente da Federação Nacional das Autoescolas (FENEAUTO) Magnelson Carlos de Souza.

Nesse sentido, “é importante destacar que a FENEAUTO já realizou uma reunião com três empresas que se apresentaram como interessadas na fabricação do Simulador de Direção, e que algumas já sinalizaram com várias formas para a aquisição deste equipamento”, relata o presidente.

Fonte: Portal do Trânsito