18 de ago. de 2014

Microsseguro em debate no México em novembro.

10ª Conferência Internacional de Microsseguros terá palestra de Marco Antonio Rossi
A 10ª Conferência Internacional de Microsseguros, a ser realizada de 11 a 13 de novembro próximo, no Sheraton Maria Isabel Hotel & Towers, na Cidade do México, DF, deverá reunir cerca de 500 participantes e especialistas de todo o mundo para avaliar as experiências e discutir os desafios dos seguros para a população de baixa renda. O evento é promovido pela Munich Re Foundation e a Microinsurance Network e tem apoio da Associação Mexicana de Instituições de Seguros (AMIS), GTZ/BMZ, OIT e o Centro de Análises Econômicas de Riscos da Universidade Estadual da Georgia (Cear).
Estarão presentes representantes de empresas de companhias de seguros e resseguros, organizações internacionais, ONGs, agências de auxílio ao desenvolvimento, formuladores de políticas, acadêmicos, além dos órgãos reguladores e supervisores. Estão previstos cerca de 80 palestrantes e facilitadores, os quais compartilharão seus conhecimentos em 24 sessões plenárias, segundo a Circular Direx 013/14 da CNseg, que divulga o evento no mercado brasileiro.
Brasileiros terão participação ativa na Conferência. O presidente da CNseg e da FIDES, Marco Antonio Rossi, será um dos palestrantes principais (keynote speaker) do painel de abertura da Conferência, no dia 11, às 14h. No dia seguinte, às 11h, a diretora executiva da CNseg, Solange Beatriz Palheiro Mendes, participará da Sessão Paralela sobre Proteção do Consumidor e Educação Financeira no Mercado Brasileiro de Seguros. E no dia 13, às 8h30, o superintendente da Bradesco Seguros Rodolfo Ern conformará o Painel da Sessão Paralela sobre Distribuição de Correspondentes Bancários e de Varejo (Uma Abordagem Multicanal).
O objetivo da conferência é proporcionar e difundir informações sobre os acontecimentos mais importantes no mercado de microsseguros, tais como lições aprendidas concretas e recomendações ao público presente. Na pauta de discussões, os canais de distribuição; o uso da tecnologia para alcançar escala e eficiência; Educação, marketing e vendas; Microsseguros para trabalhadores imigrantes e suas famílias; casos bem-sucedidos e falhas em projetos de microsseguros, por exemplo. Os interessados que fizerem as inscrições antes do dia 1º de setembro poderão fazer uma boa economia sobre os que retardarem o ato. Até 1º de setembro, as inscrições custam 690 euros para empresas do setor privados (atingem 1,2 mil euros depois de 15 de outubro). A programação e demais informações da conferência, tais como hospedagem, visto de entrada no país etc., poderão ser obtidas em http://www.munichre-foundation.org/home/Microinsurance/2014IMC.html.
Fonte: CQCS